Início / Jogos / Ponto de Ruptura!

Ponto de Ruptura!

Lançado em Março de 2017, Tom Clancy’s Ghost Recon Wildlands foi o maior sucesso da série Tom Clancy’s nos games e hoje conta com mais de 15 milhões de unidades vendidas. E não, você não leu errado, o título desse post é Ghost Recon Breakpoint… Mas para entendermos Breakpoint, primeiro precisamos vagar pelas terras selvagens (trocadilho intencional).

Wildlands foi um primor de integração entre as principais franquias da série Tom Clancy’s, contando com participações de Future Perfect, Splinter Cell, menções muito singelas de Hawx, Rainbow Six, e eventos de inúmeros outros jogos, no entanto, pela primeira vez me deparei com uma ação promocional de revelação de uma continuação, sendo realizada dentro do jogo anterior.

Recentemente, uma nova missão apareceu no colossal simulacro da Bolívia, em Wildlands, a Operação Oracle.

A operação, era bastante simples, devíamos encontrar um engenheiro da Skell Tech, empresa de tecnologia armamentista que vinha vendendo segredos militares para o cartel Santa Blanca, os antagonistas de Wildlands.

Quando invadimos a base secreta do cartel, dentro de uma montanha, passamos por uma série de cadáveres das forças de elite do cartel, e quando encontramos o engenheiro, nos deparamos com o lobo, um operativo também Ghost, interpretado por ninguém mais, ninguém menos que Jon “Punisher” Bernthal.

Com perfil de caçador, o soldado diz ao que veio e se mostra feroz e habilidoso, como todo operativo deve ser, e então, chegamos a Breakpoint…

Perdão por não ser dublado, mas me recuso a perder a voz original do Jon Bernthal…

Em eventos entre o final de sua operação, em Wildlands e o início de Breakpoint, Cole D. Walker, ou o Caçador/Lobo, como preferir, deixa a unidade Ghost e passa a ser comandante das forças da Skell na ilha Auroa, cenário de Breakpoint e ainda maior que o mapa de Wildlands que já tem impressionantes 576km², mais ou menos umas três vezes o tamanho de San Andreas, em GTA V.

Mais Ghost, menos Syphon Filter.

Uma reclamação recorrente entre os fãs da série Ghost Recon foi a facilidade de Wildlands, o estilo de jogo que te transformava em um badass simplesmente caçando pombos, ao invés de generais do cartel. Parte disso era a desculpa oficial de que se tratavam de amadores com armas contra a elite da elite das forças especiais. Em Breakpoint, isso mudará.

Os Lobos, treinados e liderados por Cole Walker, serão uma elite que estará caçando o jogador por todo mapa. Dessa vez, é você que é caçado, desde o primeiro momento em Auroa, quando seu helicóptero é abatido pelo que parece um enxame de drones.

Em Wildlands, quando não conseguia fechar uma equipe de jogo, três personagens do seu esquadrão eram controlados pela IA. Aqui não, se não tiver parceiros de jogatina, seu estilo de jogo será outro, focado na sobrevivência.

Para garantir essa sobrevivência, existem novas técnicas de camuflagem, novas habilidades, novas armas e técnicas e muito mais, como pode ser visto no trailer de gameplay abaixo.

Ghost Recon Breakpoint chega aos PCs (pela Epic Store e Uplay), PS4 e Xbox One em 4 de outubro para aqueles que comprarem a edição de colecionador incrível, que vem com uma estátua de Walker, com capa e tudo.

Para mais novidades sobre Breakpoint e tudo da série Tom Clancy’s, fiquem ligados na Play 4 Fun.

Sobre Guilherme Souza

Guilherme Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *