Início / Anime / Dubladora da Bulma no Brasil diz que Hiromi não é dubladora de Bulma no Japão!!!

Dubladora da Bulma no Brasil diz que Hiromi não é dubladora de Bulma no Japão!!!

Pode parecer, mas o título não é simplesmente um click bait, foi exatamente isso que Tânia Gaidarji disse em um comentário sobre o falecimento de Hiromi, mas vamos ao conteúdo completo que ví nessa manhã.

Infelizmente recebemos a noticia de falecimento da criadora de personalidade em voz e dubladora da Bulma no Japão, Hiromi Tsuru, que estava com 57 anos e foi encontrada desacordada em seu veículo no distrito de Chuo um dos 23 bairros de Tokyo. Então é por isso que você podem ver algum post com a frase “Como ousa tirar minha Bulma de mim” com uma imagem do Vegeta.

Hiromi foi encontrada desacordada em seu veículo as 19:30 com o pisca alerta ligado e parado dando assim o sinal de que algo não estava

 certo. Assim não só Dragon Ball se despede de uma voz querida, como também nos despedimos de uma excelente pessoa e profissional.

A dubladora Tânia a voz da Bulma no Brasil comentou em um post sobre a nota de falecimento o seguinte:

“Triste pela morte da Hiromi. Porém ela NÃO DUBLAVA A BULMA…é importante vcs diferenciarem. Ela foi a CRIADORA DA VOZ ORIGINAL. Dubladoras da Bulma somos eu e as atrizes dos outros países.”

Independente da Hiromi dublar a versão no idioma original de Dragon Ball, é sim dublagem já que estamos falando de uma série animada, anime e não um filme, filme no idioma original dispensa o termo dublagem e o usado é “interpretação” já que é um misto de voz e representação cênica do ator, mas em séries animadas mesmo no idioma original é DUBLAGEM SIM e esse comentário é infeliz pra ser sincero.

Sem contar este comentário, ela fez uma live no facebook através de sua página falando sobre Hiromi e também sobre um ultrasom postado por Wendel no instagram.

Vou por o link para vocês, mas antes umas posições sobre as citações da mesma.

No vídeo ela cita que a voz que ouvia para dublagem de Dragon Ball antigamente era espanhol e em Super ouvia a voz da Hiromi, aqui já tá tudo bem explicado né? Se a Hiromi não dublava como ela era a sua referência de dublagem???

Em outro ponto ela cita um post recente de Wendell Bezerra o dublador de Goku no Brasil, post onde ele publicou um ultrasom de seu filho a caminho e sobre isso Tânia comentou que nós não sabemos como ele fica mal quando alguém diz na publicação do ultrasom que o Goten está vindo. Essa é uma tipica visão mediocre do que “se me faz bem vale e senão faz não faça”, porque enquanto é intererlssante para os dubladores serem vistos como os personagens que dublam eles fazem questão de aparecer, não estou julgando o Wendell, mas sim os comentários da Tânia.

Não sei os comentários do Wendell sobre isso, mas se for o que a Tânia disse é uma pena, porque assim podemos ver o mercenarismo e aproveitamento da imagem de Goku enquanto é válido, algo que sequer deveria ser permitido pra não criar esses tipos de “deuses” dos personagens que os usam como querem e quando isso volta somos nós que não crescemos ou não sabemos diferenciar ficção de realidade, quando na verdade apenas criamos um vinculos respeitamos o dublador pelo trabalho, mas as duas partes geram essa proximidade e isso tem consequências como qualquer outro vínculo.

Bom, espero que tenham entendido minha posição, abaixo podem ver os dois vídeos de live da Tânia que citei:

Os saudosistas diziam que a animação de Dragon Ball Z era melhor que a do Super, e agora eu os digo que a dublagem brasileira de Dragon Ball Z é muito melhor que a do Super e aí você pensa “Como? São os mesmos dubladores, mas com estudio melhor e tecnologias melhores” e eu também não sei explicar, mas é fato que desde a interpretação até as mixagens de audio, sem contar as frases “engraçadinhas ou fora de contexto” Dragon Ball Super mesmo com uma audiencia excepcional no Cartoon não supera o profissionalismo e zelo que tiveram como Z.

Comente o que achou, nós do #Play4Fun somos a favor da dublagem nacional, mas também somo a favor da qualidade final o/

Sobre TREM

TREM

Ainda ando por Lordran, mas vivo no universo 7 da vila de Konoha enquanto navego nos mares do novo mundo de um dojo qualquer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *